Templates da Lua

Perfil

Histórico

+ veja mais

Votação

Dê uma nota para meu blog

Outros Sites

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular

Visitante Número

Créditos

Templates da Lua

Terça-feira , 23 de Novembro de 2010


Escrito por Dani e Nilva às 20h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Segunda-feira , 15 de Novembro de 2010

MEDO - O GRANDE INIMIGO

Afirma-se que o medo é o maior inimigo do homem. O medo está por trás do fracasso, da doença e das relações humanas desagradáveis. Milhões de pessoas têm medo do passado, do futuro, da velhice, da loucura e da morte. O medo é um pensamento em sua mente e você tem medo dos seus próprios pensamentos.

O medo da doença ... vimos os custos e os resultados da última mascarada da pandemia gripal, mas será que avaliamos as consequências num organismo completamente desconectado da sua própria energia a que é reduzido o homem de hoje?

O medo da diferença física, social, intelectual, cultural, pessoal, etc. ..
. .. A rejeição, o ódio, a agressividade e tudo o que isso implica como conflito mortal para esta unidade que pode ser chamada humanidade.

Medo de perder ... isso cristaliza o espírito de valores que não são da sua natureza e desenvolve a animalidade do ser com o Não-Amor que isso cria.

Perder a possessão da sua própria soberania, território físico, emocional, social, etc. ... provoca no corpo tensões e distúrbios que de seguida desenvolvem cancro, doença, deficiência, etc. ....

O medo da insegurança ...
quantas pessoas o de
estão dispostas a sacrificar e colocar sua própria liberdade e a dos outros para uma outra autoridade para ter apenas um sentimentproteção?

É assustador ver esta corrida para a segurança, é preciso ser muito cego para não perceber as conseqüências que se seguirão.


O medo de ... este é o cocktail que nos servem continuamente para nos fazer reagir e nos levar para onde quiserem, ou seja, para a escravidão com o nosso consentimento.

O que é amedrontador, sempre é algo que pode nos fazer mal. No dizer de Aristóteles “o que é próximo e iminente”. Se algo não nos puder fazer mal, se não estiver muito próximo e não nos ameaçar, então não haverá temor.

O que eu temo pode me alcançar. Este é o resultado da precisão do nosso julgamento sobre a percepção que tivemos. O nosso julgamento “sabe” o quanto eu vou ser atingido e o quanto posso vir a sofrer.

Quando nos sentimos ameaçados, é porque temos conhecimento do que vem e de onde vem.Neste caso contamos com as nossas experiências emocionais passadas às quais já nos proporcionaram dados suficientes para antever o desconforto, sofrimento e dor que a ameaça pode nos causar.

Tememos algo porque temos consciência de quanto falta para nos alcançar. O nosso julgamento passa por todos os nossos sentidos dando-nos a precisão da medida de tempo e espaço. Saber lidar com este tempo cronológico e também emocional, é parte do amadurecimento para enfrentar situações ameaçadoras.

O desconhecimento e a falta de informações, em geral, aparecem nas situações ameaçadoras. Na dúvida, precisamos de esclarecimento, pois pode nos faltar a precisão da medida, da extensão e da intensidade do que nos causa medo. Como tendemos a nos afastar da dor ou do desconforto, as dúvidas surgem para fazer despertar a nossa necessidade de investigação das causas do medo.

Pelo quê ou por quem nós tememos? Tememos, antes de mais nada, por nós mesmos. Se o meu filho pode cair e se machucar, primeiramente temo pelo mal estar que o seu ferimento irá me causar. A dor dele será sempre dele e eu não posso sentir a dor do seu machucado.

Podemos ainda citar como variações do medo, os sentimentos tais como timidez, vergonha, acanhamento, receio, sobressalto, apreensão e inibição.

Tente observar quais as reações que o medo faz acontecer em você: O que você faz para se livrar dessas reações?


 


Escrito por Dani e Nilva às 20h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Nunca desista de seus sonhos. Não deixe o medo ser seu inimigo!


Escrito por Dani e Nilva às 20h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Sábado , 30 de Outubro de 2010

Para refletir:

A urgência por fazer algo e se desfazer do medo indica uma dificuldade em aceitar essa realidade incômoda e não tolerar a sua existência.

Qual a sua opinião?


Escrito por Dani e Nilva às 17h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Terça-feira , 26 de Outubro de 2010

Veja o vídeo e comente!

 


Escrito por Dani e Nilva às 20h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Medo

Não há dúvidas de que esse sentimento nasce nos seres humanos, desde a mais tenra idade.

Nosso primeiro desafio é justamente reconhecer a presença incômoda e diária do medo.

Não gostaríamos de senti-lo, mas não podemos fugir da triste constatação de que temos desde que acordamos até a hora de dormir, e ainda o sono nos serve de matéria para a classe de medos.


Escrito por Dani e Nilva às 19h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O medo normal é bom, o medo anormal é mau e destrutivo. Permitir constantemente os pensamentos de medo acarreta o medo anormal, obsessões e complexos. Temer alguma coisa persistentemente provoca um sentimento de pânico e terror. Você pode superar o medo anormal quando sabe que o poder do seu subconsciente pode mudar os condicionamentos e realizar os desejos acalentados por seu coração. Dedique sua atenção e devote-se, imediatamente, ao seu desejo, que é o oposto do seu medo. Este é o amor que expulsa o medo. Enfrente seus temores, traga-os à luz da razão. Aprenda a sorrir dos seus temores. Esse é o melhor remédio.

Quando você tem medo, o que você faz para se livrar dele?


Escrito por Dani e Nilva às 18h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O QUE É MEDO AFINAL?

O medo é um sentimento que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente. Pavor é a ênfase do medo.

O medo pode provocar reações físicas como descarga de adrenalina, aceleração cardíaca e tremor. Pode provocar atenção exagerada a tudo que ocorre ao redor, depressão, pânico, etc.

O medo pode se transformar em uma doença (a fobia) quando passa a comprometer as relações sociais e a causar sofrimento psíquico. A técnica mais utilizada pelos psicólogos para tratar o medo se chama Dessensibilização Sistemática. Com ela se constrói uma escala de medo, da leve ansiedade até o pavor, e, progressivamente, o paciente vai sendo encorajado a enfrentar o medo. Ao fazer isso o paciente passa, gradativamente, por um processo de reestruturação cognitiva em que ocorre uma re-aprendizagem, ou ressignificação, da reação que anteriormente gerava a resposta de alerta no organismo para uma reação mais equilibrada.

Clique nas palavras grifadas em amarelo e veja o significado.


Escrito por Dani e Nilva às 18h29
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Segunda-feira , 25 de Outubro de 2010

A falta de medo também pode representar perigo.

Evidencia uma falha na capacidade de avaliação critica do próprio ego.

Você pratica algum esporte radical?

Conte uma situação que sentiu medo...


Escrito por Dani às 21h18
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

 

Você tem medo de bicho?

Aranha

Barata

Galinha

Morcego

Cobra

Rato

Continue...


Escrito por Dani às 20h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

A Clínica psicanalista dos Medos

Expressões de angústia podem ocorrer como uma expectativa ansiosa, uma sensação de mal-estar, ou até mesmo uma crise aguda, onde o pânico é o representante maior da intensidade do medo.

A angústia gera sensação de desprazer, ocasiona certas reações fisicas, tais como taquicardia e falta de ar, também relacionadas ao medo.

Qual a sua angústia?


Escrito por Dani às 19h39
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Domingo , 24 de Outubro de 2010

O excesso de medo pode se tornar um enorme problema!

Você já passou por uma situação de medo extremo? Ou você conhece alguém que passou uma situação extrema?

Conte sua experiência...


Escrito por Dani às 21h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

VOCÊ TEM MEDO DE QUÊ?

Dentre os medos nossos de cada dia podemos encontrar:

Não acordar e chegar atrasado no serviço.

Adoecer.

Ser assaltado.

Andar de avião.

Receber uma bala perdida.

Envelhecer.

Morrer.

Continue...


Escrito por Dani às 20h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

As crianças desconhecem o perigo, por isso é necessário que em seu processo educativo sejam elucidadas as noções de risco, sem que isso signifique deixar a criança com excessivo medo frente a fatos e situações.

Você concorda?


Escrito por Dani às 11h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Sábado , 23 de Outubro de 2010

 

você tem medo de quê?

Este  blog tem o objetivo de publicar informações, histórias, questionamentos, mostrar imagens, vídeos e exemplos sobre o Medo.    Este é o espaço para expressar este sentimento.

Disciplina: Informática e Multimeios na Educação

Daniela e Nilva

Cursos:Psicologia e Psicopedagogia



Escrito por Dani às 21h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]